sábado, 27 de outubro de 2012

No abismo, ela se perdeu.

sábado, 27 de outubro de 2012

Me joguei num precipício de dor e solidão, me enganei quando me deixei apaixonar, um amor impossível, tudo ao meu redor gritava. Não escutei. Fui ensurdecida pelos sentimentos fortemente apontados para sua direção. Agora me encontro em um lugar vazio e escuro dentro de mim mesma, a minha estupidez foi gigantesca a ponto de me fazer sangrar por dentro, quase morta. Acreditei no para sempre que ele disse, me enganei, me matei. Palavra para descrever tamanha dor não existe. Tentei acreditar, achar uma saída que agora és completamente inexistente. Me encurralei num beco sem saída ao me apaixonar pelas tuas palavras, e o que fazer agora? Come me salvar? Oh céus, onde encontrarei uma luz? Amanhã quem sabe ou não saberei me encontrar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

disorder © 2014