sexta-feira, 31 de maio de 2013

Meu destino torto

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Don't walk away, in silence


As coisas não voltam ao normal, a minha dor não ameniza e os problemas tornam a voltar, os dias são longos e tristes e eu me pergunto o que diabos está acontecendo comigo? Eu sinto sua falta e todos os dias eu só preciso de você, já me cansei de dizer que esta tudo bem, as lágrimas escapam descontroladamente e não sei mais onde você está, já cansei de sentir sua falta porque eu só quero você aqui do meu lado. Tudo o que você fez com tudo o que eu te disse foi partir, partir em silêncio. Os dias são doloridos e o meu rosto só mostra a tristeza  e todas as coisas sobre nós estão espalhadas por aí, eu me odeio por te querer tanto mesmo quando você fugiu. Tudo, tudo é tão difícil, não é que eu seja alguma melancólica qualquer é que nunca imaginei que doesse tanto, minha vida cheira à tristeza.

domingo, 26 de maio de 2013

She died of a broken heart.

domingo, 26 de maio de 2013

Tentei de todas as formas possíveis te deixar pra lá, esquecer, mas não tem como, você simplesmente não sai dos meus pensamentos e nem das minhas palavras. Não sei como em tampouco tempo alguém se tornou tão necessário na minha vida, preciso te dizer sobre tudo, mas a distância é maior. Não sei como é possível sentir tanto a falta de alguém como eu sinto a tua, isso está acabando comigo porque tudo o que eu falo é sobre você, é a única coisa que eu me preocupo, tudo me lembra você e é tão confuso que não consigo me expressar claramente sem me enrolar nas palavras, as quais estão me sufocando. Esse meu sentimento é tão confuso que em segundos passo do amor para o ódio e visse-versa, não sei como isso foi acontecer ou porque eu deixei acontecer, é tudo minha culpa por não saber controlar o que eu sinto e interpretar as coisas erradas. Agora eu estou sozinha, eu não quero ficar sozinha, foi tão difícil dizer "Adeus", tudo está destruído e não tem volta, nada tem volta. E o eu sorriso se desfez com o tempo.

sábado, 11 de maio de 2013

I want to hear Beatles with you.

sábado, 11 de maio de 2013

Eu fico pensando que o quanto mais o tempo passa mais eu gostaria de te ver, assim, junto á mim, saudade de ver a tua cara de sono, saudade de te ver todo desarrumado com a camiseta da tua banda favorita. Queria ouvir de novo o teu vocabulário sujo, você e o teu cigarro fazem falta, queria ouvir de novo as tuas bobagens. Você se foi e me carregou junto, pra quê? Por quê? Quero te ver de novo e sentir o teu cheiro, olhar bem a tua cara de mau humor pra decorar de vez. Fico encantada só de lembrar o teu jeito de moleque, quero ouvir as tuas raras palavras meigas. Vê se esquece esse vídeo game e vem.

sexta-feira, 10 de maio de 2013

sexta-feira, 10 de maio de 2013

O que eu disse antes não vale hoje, vou acumulando o tempo perdido, meus olhos são melancólicos e minhas palavras não cabem nessas linhas minusculas; as funções de matemática atormentam a minha paz. Que nostalgia dos dias que eu sorria sem precisar enganar alguém, me encontro novamente sozinha, como no começo, perdida na multidão enfurecida distante do que eu costumava chamar de lar. E essa tristeza no meu olhar, estou cheia de um vazio que ninguém vai preencher.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Gotye - Somebody That I Used To Know feat. Kimbra

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Caos de mim


Textos incompletos cheios de meias palavras, lágrimas sem sentido e a hora não passa, eu tô perto e ao mesmo tempo tô longe, esse texto não faz sentido porque eu simplesmente não faço sentido. O que é isso? Será que é certo chamar de vida ou é só uma peça de teatro mal feita? Não sei ser atriz, não aprendi a brincar de ser outra pessoa, só sei ser eu mesma, talvez seja isso tudo uma farsa de sei-lá-o-quê, tô perdida na minha vida, sou um caos ambulante transpirando clichês melodramáticos, presa em mundo que nem se quer existe. Merda! Eu perdi de novo, eu perdi você de novo. 
disorder © 2014