domingo, 26 de maio de 2013

She died of a broken heart.

domingo, 26 de maio de 2013

Tentei de todas as formas possíveis te deixar pra lá, esquecer, mas não tem como, você simplesmente não sai dos meus pensamentos e nem das minhas palavras. Não sei como em tampouco tempo alguém se tornou tão necessário na minha vida, preciso te dizer sobre tudo, mas a distância é maior. Não sei como é possível sentir tanto a falta de alguém como eu sinto a tua, isso está acabando comigo porque tudo o que eu falo é sobre você, é a única coisa que eu me preocupo, tudo me lembra você e é tão confuso que não consigo me expressar claramente sem me enrolar nas palavras, as quais estão me sufocando. Esse meu sentimento é tão confuso que em segundos passo do amor para o ódio e visse-versa, não sei como isso foi acontecer ou porque eu deixei acontecer, é tudo minha culpa por não saber controlar o que eu sinto e interpretar as coisas erradas. Agora eu estou sozinha, eu não quero ficar sozinha, foi tão difícil dizer "Adeus", tudo está destruído e não tem volta, nada tem volta. E o eu sorriso se desfez com o tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

disorder © 2014