quarta-feira, 26 de setembro de 2012

E agora?

quarta-feira, 26 de setembro de 2012


E se tu quiseres sumir, mas ninguém sentir a tua falta?
E se tu quiseres morrer, mas ninguém derramasse lágrimas por ti?
E se tu chorar e ninguém secar as tuas lágrimas?
E se tu sangrar, mas ninguém se importar?
 O que você fará?
E se mesmo não se importando contigo eles precisarem de ajuda, você ajudaria ou se vingaria?
E se ninguém quisesse te ouvir, mas te obrigasse a ouvir?
E se somente se lembrassem de você quando precisassem?
Mesmo assim tu se vingarias ou os ajudaria?
E se te deixassem de lado fingindo que tu não existes?
E agora?
E se tu chamasses e ninguém te ouvisse?
E se todos virassem as costas para ti?
O que você faria?
Tu ajudarias? Mostraria a tua superioridade ou se mostraria igual?
E o que fazer quando tudo ao teu redor desabar e precisar de ti para levantar?
Você levantaria?
E se tu perguntar e ninguém responder?
O que você faria? 

sábado, 22 de setembro de 2012

Então se foi, a minha alegria se foi.

sábado, 22 de setembro de 2012

Foi embora e me deixou sozinha e incapaz de sobreviver em um mundo onde você não faça parte, o amor que sinto foi abafado pelas lágrimas abundantes da tristeza que abita o meu peito, nenhuma das tantas palavras seriam capazes de representar a dor que existe em mim. Sinto-me uma tola por continuar te amando tão fortemente quanto antes, tu não estás mais ao meu lado, mas o meu amor só cresce me fazendo querer ir a tua busca para lhe dizer tudo o que passa comigo, mas se isso adiantasse algo... Já não sei quantas palavras lhe escrevi suplicando para que voltasse, queria lhe fazer lembrar de todos os momentos bons que tivemos juntos. Se tu soubesses o quão difícil é dizer adeus para quem se ama. Tudo o que eu preciso agora era ouvir a tua voz tão doce me dizendo que tudo não passa de um engano e que você nunca me deixaria, é apenas do que eu preciso. Me abraça mais uma vez antes de dizer adeus totalmente, precisar tanto de você como eu preciso me parece ser tão desnecessário, mas o que adianta se nada será capaz de amenizar minhas dores? O meu coração está sufocado, tu ao menos esperaste para ver se isso acabaria, tu ao menos se deu conta que a tua decisão é antecipada demais para definir o para sempre. Espere só mais um pouco, decisões não são tão fáceis como parecem, o amanhecer te levou e não há nada a fazer, você apenas se foi sem me levar, a tua jornada passou a ser sem minha presença e nada adiantou eu lhe pedir para ficar, desta vez tu não me ouviu, pegou tuas malas e atravessou a porta sem me dizer nada, sequer onde iria ou se ia voltar, não quis saber se iria doer. Tu simplesmente partiu.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Mais um cigarro fora do maço, mais uma alma fora do corpo.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Nostalgia em lágrimas

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

O quanto mais tento lhe esquecer mais me apego e me pego te amando. O quanto mais apago o teu nome das linhas do meu caderno mais a minha mente o grava, eu fujo de ti, mas a aurora faz questão de me fazer te lembrar, e agora o que faço se por mais que eu tente lhe esquecer mais eu me lembro de ti? Mesmo que eu gritasse você não ouviria, tu estás indo embora e nada do que eu faça mudará o teu rumo desconhecido. Já jurei que iria te deixar em uma estante até empoeirar só que o meu coração não resistiu e te arrancou de lá a força, já perdi a conta de quantas vezes adormeci depois de tanto chorar pedindo para te esquecer, não sei o rumo da vida sem você, mas insisto em continuar. Perdi a conta de quantas vezes derramei mares de lágrimas ouvindo as tuas canções favoritas e lendo as tuas cartas. O que eu quero que tu saibas é tudo o que estás escrito nas linhas borradas com lágrimas.

Without you around is all gray.


Sem você por perto fica tudo cinza, tudo fora do lugar, nada tem sentido. Preciso de você para sempre, sem interrupções, só para sempre. Já lhe escrevi cartas e mais cartas só que não tive coragem o suficiente para envia-las. Então me culpo por não te-lo mais, me culpo por não saber mais sobre você, eu me machuquei hoje, eu me machuquei ontem pela sua ausência. Eu te chamo, mas você nunca vem, meus gritos não tem mais a força eu não tenho mais forças, eu só preciso que você entenda que a minha vida só irá ser feliz contigo junta á mim. Venha, e fique, se lembre dos velhos tempos e tudo irá se encaixar, mas não se vá por obséquio, não se vá. Eu apenas queria ter a plena certeza de que você ficará aqui ao meu lado, para sempre. 

sábado, 15 de setembro de 2012

Pesadelo

sábado, 15 de setembro de 2012

Está escuro lá fora, a chuva cai na minha janela e a lágrima cai na cama, não tenho mais controle sobre os meus sentimentos, eles já estão todos revirados e desajustados. Não sei o que devo fazer agora, estou completamente perdida  dentro de mim mesma, não faço a menor ideia do que fazer para me salvar, aliás, se tiver uma salvação no caus no qual chamo de vida. Vivo pedindo para que tudo isso não passe de mais um dos meus pesadelos, quero acordar logo já estou angustiada sem saber o que fazer, só queria alguém para me puxar desse abismo para me salvar desse profundo pesadelo. Nada tem mais importância.

domingo, 9 de setembro de 2012

Runaway passions

domingo, 9 de setembro de 2012

Venha, pode vir e traga sua bagagem, mas não se vá sem avisar, me prepare antes da sua partida pois meu coração já está farto de sangrar por amores fugidos.

Brief postcard


" Quero amanhecer ao teu lado mais uma vez e ter a certeza que foi você a minha maior alegria, quero ter a plena certeza que você será quem envelhecerá ao meu lado, que cuidara de mim. Da janela do meu quarto vejo o mar de um dia bonito, ao meu lado uma xícara do seu chá favorito e a minha frente a tal máquina de escrever que já se passaram alegrias, tristezas, angustias... Acabei de ler a sua carta, tenho que lhe contar que a borrei com as minhas lágrimas de amor e saudade, mas de qualquer forma a guardei com todo o amor, adorei o pequeno detalhe do seu perfume, aquele que eu comprei para você, para quem disse que é um desajeitado quando se trata de relacionamentos você está se saindo muito bem. Em poucos dias estarei ao seu lado, te mimando e não te deixando assistir aos teus jogos de futebol, prometo que levarei seus presentes, aqueles que tanto me suplicou antes d'eu embarcar, se pensou que esqueci está redondamente enganado. Sabe, aqui é um tanto chato, aliás, qualquer lugar sem você não tem graça, mas tenho que admitir que a Noruega é um país lindo, como você havia dito, uma semana antes estava chovendo abundantemente, mas hoje está um dia belo como já disse. Guarde um lugar para mim ao seu lado na lanchonete da esquina no domingo de manhã. Sinto muita saudade de você querido, mas em breve irei suprir todo essa saudade. Até logo. Com amor, Esther."  Leu Pedro aos prantos, pois será a última lembrança de sua amada.
P.S  Esther faleceu em um acidente de avião, seu avião caiu no mar.

Parts of you around the corner


Em todo canto do meu coração tem uma parte de você, nunca quis sentir todo esse amor, mas estou aqui me redeclarando pela milionésima vez, mas você simplesmente não liga, você se importa mais com coisas fúteis a um amor. A cada virar da esquina você está lá, sempre parado, mas não me enxerga parece até mais um dos meus pesadelos, pesadelo que nunca irá terminar, eu preciso de você como um cão precisa de seu dono, eu apenas preciso de você na minha vida ao meu lado e me fazendo sorrir ao invés de tirar lágrimas, quero abraços e não apertos de mão, quero que você seja meu, exclusivamente meu. Quero que tu sejas meu quanto estiveres triste tanto quanto quando estiveres alegre, quero ser o motivos dos sorrisos teus, do bom humor constante, só quero ser aquele que te faz bem, aquela moça que te arranca suspiros, você apenas  preenche o espaço em branco que existe em mim, para um pouco e me escuta: Eu preciso tanto de você. 

Agridoce - Alvorada

Ah, não vá embora.



terça-feira, 4 de setembro de 2012

She lost control

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Nada descreve, é tão absurdo que nada descreve. Mesmo que eu te pedisse você não voltaria , mesmo se eu lhe fizesse de tudo você não ficaria, é tudo tão recluso a mim.A neblina te esconde de mim, não adianta esperá-lo para o jantar, pois ele não virá. Não me permito vindas por medo de partidas, não me permito felicidade por medo de mais decepções. Já não sei o caminho que devo seguir ou em quem posso contar, estou perdida em um lugar vazio isolada do resto do mundo, não existe mais cor e nem alegria, nada tem mais sentido sob o que está perdido, seus olhos não demostram mais sentimentos, nenhum, de qualquer espécie. Perdi as esperanças, décadas atrás eu sabia o que era ser feliz, sentimentos mórbidos, tais sentimentos que me matam pouco a pouco e em questão de segundos estou desesperada, chorando sozinha num canto escuro e sombrio da casa, tudo o que já foi nunca mais será, mas tudo o que é, me fere.
Nada mais faz sentido aos meus olhos, tudo não passa de uma farsa, noites em claro acompanhadas de recordações, olhos cheios de lágrimas, um coração dentro do meu peito que sangra por você, dou-lhe minhas forças, me entrego até não sobrar ao menos restos de mim. Beijos perdidos, amores rasgados, lágrimas mortas, é o que se resume o que restou de uma vida já perdida há muito tempo. Eu perdi o controle.

Joy Division - Decades

Cure


Ela passou por ele, mas seu coração não palpitou como das outras vezes, ela tinha superado esse amor doentio. Ela se sentia livre agora, pois não sofrera por alguém que não se importa, alguém que a quer longe, ela está radiante, mas bonita - diga-se de passagem-, será um novo amor? Será uma vida nova?
Seus sorrisos não eram mais falsos, ela não os colocava no rosto para fazer os outros pensarem que ela estava bem quando realmente estava morrendo por dentro, desta vez era espontâneo, vinha sem avisar, ela fica tão mais bonita alegre... Por onde ela passava arranca suspiros longos, quase intermináveis, sua alegria estava contagiando todos ao seu redor, todos estavam a espera de ver seus belos dentes brancos mais uma vez. Ela não se importa mais com nada, ela está tão feliz que seus outros sentimentos estão sob uma dose gigantesca de morfina, suas dores tiveram um fim, "quem será que a fez tão feliz desse modo?" perguntas constantes. Nunca mais se viu ela cabisbaixa pelos cantos, nunca mais a viram choramingando por aí por conta de um amor não correspondido no qual ela insistia em acreditar que um dia existiria.Veja só como ela anda, veja o sorriso em seu rosto, ela superou tudo isso como uma grande guerreira, ela não se deixou levar por devaneios, ela tomou o seu lugar, ela está feliz. Ele agora está arrependido de te-la deixado voar como um pássaro, ele a quer de volta, mas agora já é tarde. Ela sorri como se não houvesse amanhã, ela se curou dele.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Don't miss behind back.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

É tão difícil pensar que a partir de hoje será diferente, não sei se serei capaz de aquentar mais essa. Lembranças do que um dia foi bom me arrancam lágrimas de dor, se a saudade fosse capaz de trazer de volta, Qual é a definição da felicidade? Eu já não sei mais. Tudo ao meu redor está tão monótono, tudo aos meus olhos parece ser superficial agora, vidas perdidas em rotinas inúteis, é desta forma que tudo parece, é desta forma que realmente é, me afogo em álcool na esperança de afogar minhas dores, ultimamente nada faz mais sentido, a felicidade arrumou as malas e se foi, lágrimas são tão inúteis agora, meus gritos de desespero são abafados pela distância. Nem o sono mais profundo amenizará a dor do amor sem volta, tudo tão clichê e entediante, agora sou apenas eu e a minha velha máquina de escrever, minha xícara com chá quente e minhas feridas, somente a luz da lua ilumina o meu quarto escuro e as velhas músicas do Radiohead, tais que me lembram você, é o que somente permito que presencie minha dor, hora ou outra acendo um cigarro do teu maço, o que você esqueceu de levar. Mas, o meu coração ainda continua em suas mãos sendo torturado sem piedade.
disorder © 2014