quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Talvez isso seja clichê, mas quem não é

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Vivo tropeçando, esbarrando nas pessoas e me desculpando, vivo esquecendo as coisas, sempre me acabo me dando mal. Sou um caos, afinal, mas ninguém precisa de um caos, não mais um. Sempre me sinto sozinha independente de onde esteja. Sou insegura, gosto de poucos e poucos gostam de mim, sou fraca e nunca sei onde estou com a cabeça, no mundo da lua, talvez. Bem, também sou triste, muito triste. Transbordo nostalgia.

Sou sentimental, mas eu nunca pedi para que gostasse de mim, eu faço merda pra caramba, cara. Sempre falo as coisas na hora errada, sou um paralelepípedo, por isso ninguém me entende, eu não sou legal e gosto de música triste, sou uma confusão perambulante. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

disorder © 2014