segunda-feira, 7 de maio de 2012

Não há mais nada a fazer

segunda-feira, 7 de maio de 2012

 

Aonde ele deve estar? Pois preciso daquele que eu amo. Preciso de você, agora. Por que você se foi?
Dei-te todo o meu amor, dei-te tudo e agora você se vai  e me deixa sozinha nesta noite tão fria, e no momento que eu mais preciso de você. Cadê você? Ao menos poderia me telefonar. Preciso de você, sei já disse isso, mais repetirei até você ouvir. Você é o único que o meu coração foi capaz de aceitar. Não consigo entender o por que. Agora devo seguir em frente, pois nada posso fazer. Sofrerei eternamente. 
Mais não há mais nada a fazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

disorder © 2014